ansiedade, como controlar

A ansiedade é um dos distúrbios psicológicos mais comuns, e o pior de tudo é que está aumentando. A OMS revelou que, desde 1990 até hoje, o número de pessoas com ansiedade quase duplicou. No entanto, por trás de cada figura há uma pessoa que sofre um estado de angústia difusa que nem sempre pode explicar, mas que causa enorme desconforto e afeta muito sua qualidade de vida.

Quando sentimos que algo negativo está prestes a acontecer de um momento para o outro, ficamos como se estivéssemos caminhando sobre vidro e não conseguimos relaxar porque as preocupações tomam conta da nossa mente, tornando difícil levar uma vida equilibrada e feliz. As frases abaixo sobre ansiedade podem nos ajudar a entender melhor esse estado, e impedi-lo de dominar nossas vidas.

Para eliminar a ansiedade, você deve primeiro entende-la:

1. O medo aguça os sentidos. Ansiedade os paralisa – Kurt Goldstein

O medo é uma emoção que pode salvar nossas vidas em um momento de perigo, porque sua função é precisamente nos preparar para fugir da situação ou enfrentá-la. A ansiedade, por outro lado, não tem uma função adaptativa, mas acaba nos paralisando, vítimas de preocupações incessantes.

2. Grande parte da tensão que as pessoas experimentam não vem de ter muitas coisas para fazer, mas de não terminar o que começaram – David Allen

Em muitas ocasiões, somos nós que alimentamos o estresse e a tensão, assumindo maus hábitos. De fato, a procrastinação pode se tornar um grande fardo para nosso bem-estar emocional. O lembrete constante das tarefas pendentes ou daquelas deixadas entre elas é geralmente mais estressante do que a tarefa em si, então é melhor lidar com as tarefas o mais rápido possível.

3. A intensidade da angústia é proporcional ao significado que a situação tem para a pessoa afetada; embora eu essencialmente ignore as razões de sua ansiedade – Karen Horney

Na maioria dos casos, a ansiedade é experimentada como um estado difuso de expectativa, de modo que a pessoa não é capaz de explicar as causas dessa ansiedade. No entanto, a intensidade da angústia será sempre diretamente proporcional à importância e significado que atribuímos aos eventos. Isso significa que está em nossas mãos reduzir essa ansiedade, aprender a ver as coisas com perspectiva e assumir uma distância psicológica dos eventos.

4. Ameaças à nossa autoestima ou à ideia que fazemos de nós mesmos, muitas vezes causam muito mais ansiedade do que ameaças à nossa integridade física – Sigmund Freud

O estresse é um mecanismo projetado para ser ativado em situações específicas em que nossa integridade física está em perigo. Então, tudo deve voltar ao normal. No entanto, na sociedade de hoje, os perigos físicos diminuíram, dando lugar a outros perigos sociais que geram uma ativação constante. Como resultado, vivemos em um estado de estresse permanente, que muitas vezes leva a um transtorno de ansiedade.

5. Esconder ou suprimir a ansiedade produz, de fato, mais ansiedade – Scott Stossel

Suprimir estados emocionais geralmente não é uma boa ideia. O que tentamos reprimir não desaparece, mas fica emaranhado e continua a causar danos. Além disso, para reprimir o conteúdo psicológico, devemos alocar uma grande quantidade de energia, o que acaba gerando exaustão e angústia. Se quisermos resolver um problema, o primeiro passo é reconhecer sua existência. De fato, a atenção plena à ansiedade baseia-se precisamente em reconhecer sua existência, mas não em ser condicionada por ela.
ansiedade, aprendendo a controlar

6. Você não precisa controlar seus pensamentos. Você só tem que parar de deixá-los controlá-lo – Dan Millman

Em muitas ocasiões, a ansiedade é a filha da nossa obsessão pelo controle. Quando queremos controlar tudo e não deixamos espaço para a incerteza e o caos, que são duas constantes em nossas vidas, respondemos com ansiedade. O mesmo acontece com os pensamentos, ficamos angustiados quando não conseguimos controlá-los e, como resultado, o efeito rebote é ativado: quanto mais você tentar evitar um pensamento, mais forte ele se tornará. A solução é deixá-lo ir, anote sua presença, mas não dê tanta importância a ponto de permitir que nos incomode.

7. A preocupação não elimina a dor do Amanhã, mas elimina a força do Hoje – Corrie ten Boom

Não estamos plenamente conscientes do peso de nossas preocupações. Há até aqueles que dizem que a preocupação nos ajuda a evitar problemas futuros. Não é assim, as preocupações são completamente inúteis, a menos que deem lugar a um plano de ação. Quando as preocupações se tornam pensamentos recorrentes, elas apenas nos fazem sentir mal, roubando nossa energia emocional.

8. Ansiedade é como uma cadeira de balanço. Lhe da algo para fazer, mas não te leva muito longe – Jodi Picoult

Ansiedade mantém a mente ocupada saltando de um pensamento alarmista para outro, de um desastre iminente para o próximo, mas essas preocupações não levam a lugar nenhum, e se juntam a nós em um círculo vicioso que alimenta a ansiedade.

9. Nossa ansiedade não vem de pensar no futuro, mas de querer controlá-lo – Kahlil Gibran

Pensar no futuro é necessário, precisamos planejar nossos próximos passos, antecipar os possíveis obstáculos e antecipá-los. Esse pensamento reflexivo não gera ansiedade, o que gera ansiedade é querer controlar cada detalhe e não aceitar que pode haver contratempos que não havíamos antecipado.

10. O peso da ansiedade é maior que o do mal que a causa – Daniel Defoe

Geralmente a ansiedade é o resultado de preocupações excessivas, é como uma bola de neve que corre para baixo sendo cada vez maior. Como resultado, muitas vezes as consequências psicológicas que isso provoca são muito piores do que a situação que a originou.

Fonte: https://www.rinconpsicologia.com

Compartilhar
Psicólogo. Idealizador do Pensamento Líquido. Apaixonado por filmes de terror, seriados, animes, mangás e livros de aventura. Não dispensa uma boa comida e bebida na companhia de amigos, especialmente se for pra curtir um bom e velho rock n roll.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Insira seu nome aqui