Compreender a nossa mente e como funciona a dos outros nos trará grandes benefícios na vida, especialmente em termos de serenidade e felicidade. Infelizmente, todos nós temos uma série de crenças limitantes que carregamos com nossas experiências passadas e com as lições que nos passaram quando éramos crianças, que se tornam obstáculos para desfrutar a vida, pois muitas vezes são fontes de mal-entendidos, estereótipos ou percepções negativas.

Nos desfazer desses preconceitos nos dará uma enorme liberdade porque nos ajudará a se livrar dessa camisa de força que muitas vezes nos amarra e limita. Alguns princípios da psicologia pode nos ajudar a perceber que algumas das coisas que pensamos não são tão certas.

1. As pessoas não olham para você tanto quanto você pensa

Temos a tendência de pensar que somos o centro das atenções, uma ideia que, em muitas pessoas, gera um grande estresse e ansiedade, coisas que estão na base das fobias sociais. No entanto, o fato é que a maioria das pessoas estão muito ocupadas pensando no que os outros pensam delas.

Saber que os outros são tão preocupado como você com a imagem que projetam, que são ocupador com seus próprios problemas e inseguranças, é extremamente libertador. Portanto, pare de se preocupar com o que os outros pensam e comece a se preocupar em satisfazer seus próprios desejos, se sentir mais confortável e ser mais feliz.

2. Sua personalidade muda constantemente

Nós tendemos a acreditar que somos a mesma pessoa há dez anos e que daqui a dez anos pensaremos e sentiremos o mesmo que agora. Não é assim. Um estudo realizado por psicólogos da Universidade de Edimburgo revelou que somos pessoas completamente diferente aos 14 anos e aos 77 anos de idade, por exemplo. As circunstâncias que vivemos nos fazer mudar nossa visão do mundo e de nós mesmos, de modo que seria anormal para nós se fôssemos o mesmo.

Isso significa que você tem o direito de mudar de opinião, reavaliar suas decisões se considerar que elas eram imaturas ou inadequada e até mesmo realizar mudanças de gostos e preferências. A mudança é a única constante na vida, você não tem que se agarram ao passado ou tentar ser “fiel” aos valores com os quais você já não se sente identificado.

3. Cometer erros faz você parecer mais agradável

Muitas pessoas têm medo de cometer erros, especialmente em público, porque eles acreditam que os outros vão julgá-los severamente ou até mesmo ser rejeitado. No entanto, uma curiosa experiência realizada por psicólogos da Universidade de Minnesota revelou que geralmente preferimos pessoas que tendem a cometer alguns erros ao invés daqueles que se mostram extremamente competentes, isso é conhecido como “Efeito Pratfall”.

A chave é que pequenos erros nos fazem parecer mais humano e vulneráveis, de modo que as pessoas se identificam mais com a gente e nos veem como mais amigável e próximo. Portanto, não seja obsessivos com os erros, tente ser o mais natural e autêntico possível, porque é a melhor maneira de se conectar com os outros.

4. Não pense que o seu conselho será ouvido

É provável que em mais de uma ocasião alguém já chegou até você preocupado com um problema. Nesse caso, você provavelmente terá ouvido o que tinham a lhe dizer e dado alguns conselhos. No entanto, em alguns casos é provável que esses conselhos, tenham entrado por um ouvido e saído por outro e, também é provável que você tenha se incomodado ou frustrado. É uma reação normal, mas você não deve levar para o lado pessoal.

Na psicologia existe algo conhecido como “reatância”,  uma reação emocional que começa assim que alguém nos diz o que fazer e como fazê-lo, é um tipo de reação defensiva com que pretendemos inconscientemente defender nossa liberdade e poder de decisão. Portanto, em vez de dar conselhos, ofereça sugestões que contêm exemplos. E lembre-se que às vezes as pessoas só precisam desabafar, então você não deve ficar com raiva se a pessoa não seguir seus conselhos, você já cumpriram a sua missão: proporcionar-lhes apoio emocional.

5. Você só pode controlar a si mesmo

Às vezes nos tornamos obcecados com o controle, por isso quando as coisas não saem como esperávamos ficamos frustrado, deprimido ou ansioso. No entanto, tudo o que podemos controlar com segurança é a nossa reação às circunstâncias, e isso é mais do que suficiente, porque a maneira como você responde a um problema, evento ou situação é muitas vezes mais importante do que a própria situação.

Isso não significa ter uma atitude de derrota nem significa que com uma boa atitude vai conseguir tudo o que você propõe, mas aprender a fluir irá evitar muitas preocupações inúteis e, acima de tudo, ele irá lhe libertar do peso que envolve querer controlar tudo sem ter as ferramentas para fazer. O objetivo é tentar ver o lado positivo ou pelo menos diminuir os danos emocionais. É uma grande mudança de perspectiva que vai mudar radicalmente a sua vida.

Tradução e Adaptação: Pensamento Líquido

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here