A Arte da Guerra é um livro escrito por Sun Tzu e traduzido hoje para diversos idiomas devido à importância e valorização do tema. É uma espécie de coletânea compilada há mais de dois mil anos por um misterioso guerreiro e filósofo chinês. Com grande influência no continente asiático, é estudado ainda hoje por lideres e estrategistas das mais diversas esferas ao longo de vinte séculos.

A obra é um agregado de invencibilidade e compreensão da física, política e da psicologia do conflito, o que o torna extremamente importante e reconhecido no que diz respeito à ciência da estratégia no conflito.

Li esse livro há um ano e o mesmo passou a fazer parte da minha pequena biblioteca pessoal. Destaco na sequência algumas frases e pensamentos importantes do livro que podem ser de grande valia na vida pessoal, profissional, espiritual e em muitos outros aspectos conforme a interpretação e leitura que cada um faz em prol de si. Seguem abaixo:

1 – “A liderança é uma questão de inteligência, de confiabilidade, de humanidade, de coragem e de firmeza;

2 – “Quando se trata de estabelecer regras e regulamentos, todos, grandes e pequenos, devem ser tratados do mesmo modo”;

3 – “Dá a impressão de ser inferior e fraco, para que o inimigo se torne arrogante. Assim, ele não se preocupará contigo, e poderás ataca-lo quando se descuidar”;

4 – “Sê veloz como o trovão que reboa antes que possas tapar o ouvido e instantâneo como o raio que lampeja antes que possas piscar os olhos”;

5 – “Define se o inimigo pode ser atacado com êxito, define se podes travar a batalha; só depois disso convoca as tropas – poderás assim vencer  o inimigo e voltar para a casa”;

6 – “É melhor manter uma nação intacta do que destruí-la; é melhor manter um exército intacto do que destruí-lo; melhor manter uma divisão intacta do que destruí-la; melhor manter um batalhão intacto do que destruí-lo, melhor manter uma unidade intacta do que destruí-la”;

7 – “Vence teu adversário por cálculos bem feitos, isto significa vencer pela inteligência”;

8 – “A defesa é para os tempos de escassez, o ataque é para os tempos de fartura”;

9 – “Na batalha, o confronto é feito diretamente, a vitória é conquistada de surpresa”;

10 – “A desordem surge da ordem, a covardia nasce da coragem, a fraqueza procede da força”;

11 – “Aparece onde eles não podem ir, dirige-te para onde eles menos te esperam. Para locomover-te por centenas de milhas sem fadiga, desloca-te por terras desabitadas”;

12 – “Lutar significa esforçar-se para obter vantagem, os que obtêm as vantagens são vitoriosos”;

13 – “Existem caminhos que não devem ser trilhados, exércitos que não devem ser atacados, fortalezas que não devem ser sitiadas, territórios que não devem ser disputados, ordens de governantes civis que não devem ser obedecidas”;

14 – “Os que buscam a paz sem uma proposta estão conspirando”;

15 – “Quando há murmúrios, falhas no cumprimento dos deveres e conversações prolongadas, a lealdade do grupo foi perdida”;

16 – “Zona mortal é aquela em que poderás sobreviver se lutares rapidamente, e perecer se não o fizeres”;

17 – “Distribui recompensas que não estão nas regras, dá orientações que não estão no código”;

18 – “Se fores instável em teus sentimentos, perderás a dignidade e a confiança”.

 

Referências:
Livro A Arte da Guerra. Sun Tzu. Traducão por Thomas Cleary. São Paulo. Editora Pensamento: 2007.

 

 

Compartilhar
Douglas Henrique Reginato
Graduado em Administraçao de Empresas (Uenp) . Pós graduado em Gestão Estratégica de Pessoas (Unopar - PR). MBA em Marketing Estratégico voltado a lucratividade (Unifil Londrina). Gosto de musica clássica e leio livros e revistas dos mais variados temas. Procuro ampliar minha visão de mundo e contribuir de alguma forma com a sociedade. Sou um eterno estudante.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Insira seu nome aqui