Psicopatas têm uma reputação horrível. Em um mundo cada vez mais atento ao que pode ou não ser ofensivo, as pessoas se sentem estranhamente confortáveis com o uso do termo “psicopata” como sinônimo de “pior pessoa na Terra”.

A maioria das pessoas acredita que os psicopatas são perigosos e devem ser separados da sociedade. Mas, apesar desta caracterização, de acordo com o portal Listverse, não apenas existem psicopatas não violentos como pessoas com este transtorno podem ter algumas “vantagens” em relação a outras pessoas.

1. Os psicopatas são mais bonitos

Se você já se perguntou por que todas as pessoas mais bonitas do que a maioria parecem ser psicopatas totais, você não está sozinho. Muitos estudos científicos têm tentado explicar por que os psicopatas são mais bonitos do que o resto de nós.

De acordo com um estudo, o segredo está em sua biologia. Uma das principais coisas que buscamos em um parceiro atraente é simetria – nós geralmente não gostamos de pessoas com rostos assimétricos. Psicopatas têm mais testosterona fluindo através de seus corpos e isso os tornaria mais simétricos.

Assim, desde o seu nascimento, os psicopatas têm rostos mais bonitos e mais simétricos do que o resto da população. Mas não para por aí: eles também se vestem melhor.

Em outro estudo sobre psicopatia e senso de moda, um grupo de pessoas opinaram a respeito de fotografias – 64% das pessoas retratadas eram mulheres – usando uma escala de acordo com o seu nível de atratividade. Havia duas fotografias de cada um. Uma das fotos mostrava a pessoa vestida com roupas que ela escolheu. A outra mostrava a mesma pessoa com uma roupa padrão, calças de moletom e uma camiseta, sem qualquer maquiagem e com os cabelos presos.

Quando as pessoas estavam vestidas de maneira simples, não havia uma grande diferença entre elas. Mas quando foram autorizadas a usar o que quisessem, os psicopatas começaram a subir na escala de atração. Os psicopatas sabiam como ficar mais bonitos e dedicavam seu tempo a isso.

Os cientistas concluíram que a maioria das pessoas se vestem por conveniência ou para si mesmos. Mas psicopatas se vestem com um propósito: eles querem impressionar os outros para que possam manipulá-los. Como resultado, passam seus dias com uma aparência muito melhor.

Esta boa aparência cria um “efeito halo“. Além de pensar que o psicopata é bonito, as pessoas vão assumir automaticamente que ele também é mais amável e mais inteligente.

2. Os psicopatas são melhores em ler pessoas

Psicopatas são parcialmente definidos como pessoas sem empatia, então não deveriam ser capazes de entender o que as pessoas estão pensando. Mas, como se vê, a verdade é que acontece exatamente o oposto. Segundo alguns estudos, psicopatas são melhores em ler as pessoas do que o resto de nós.

Em um estudo, os participantes assistiram a vídeos de pessoas que expressam emoções. Em seguida, os participantes tentaram julgar o que as pessoas estavam sentindo baseado em microexpressões, pequenas mudanças em seus rostos. Em vez de falhar miseravelmente, como era de se esperar caso o senso comum fosse verdade, os psicopatas perceberam um pouco mais do que o resto dos participantes.

No entanto, eles não conseguem detectar todas as emoções. Por exemplo, os psicopatas não eram melhores do que ninguém na leitura da felicidade no rosto de uma pessoa. Porém, eles conseguiam ler a vulnerabilidade mesmo com apenas algumas pequenas mudanças no rosto de uma pessoa. Emoções como medo e ansiedade também se destacavam para os psicopatas. Curiosamente, isso foi especialmente real para psicopatas do sexo feminino que estavam lendo homens.

Este é outro exemplo de psicopatas tendo uma vantagem porque estão trabalhando para atingir um objetivo. Os psicopatas são especialmente bons em ler as emoções que eles poderiam usar para influenciar outra pessoa.

3. Os psicopatas são interlocutores melhores

Em situações sociais, a maioria das pessoas se afunda em ataques de ansiedade e medo que todos nós entendemos. Nós temos medo que as pessoas nos julguem negativamente, portanto, nosso comportamento é inibido. Como resultado, acontece justamente aquilo que mais temíamos: as outras pessoas nos julgam negativamente.

Por outro lado, os psicopatas não se importam com o que você pensa sobre eles. Assim, eles podem embarcar em uma conversa sem hesitação. Isso funciona bem para eles. Eles são tão abertos e empolgados que as pessoas assumem automaticamente que os psicopatas estão dizendo as coisas mais interessantes – mesmo se não é esse o caso.

Sua capacidade de ler rostos também ajuda. Já que psicopatas podem descobrir o que você está pensando através de pequenos traços em seu corpo, eles são mais capazes de mudar o que estão dizendo para aquilo que você quer ouvir.

Na verdade, os psicopatas são muito melhores em conversar do que o resto de nós. Embora a maioria das pessoas acidentalmente balbucie algumas “ahns” e “hmms” sem sentido para preencher as lacunas em uma conversa, os psicopatas não sentem essa necessidade. Em vez disso, eles escolhem cada palavra com cuidado e deliberadamente.

Isso faz uma diferença tão grande que sabe-se que os psicopatas soltam alguns “anhns” falsos para soar mais como pessoas normais e fazer o resto de nós nos sentir mais confortáveis.
 

4. Os psicopatas funcionam melhor sob estresse

Já teve um branco ao precisar lidar com um prazo apertado no trabalho? Se esse for o caso, você provavelmente não é um psicopata. Embora as pessoas normais muitas vezes entrem em colapso sob uma pesada carga de trabalho, os psicopatas se dão muito bem nessas condições.

Quando a maioria das pessoas lida com situações difíceis, o corpo libera o hormônio corticotropina (conhecido como ACTH, do inglês adrenocorticotropic hormone), que é parte do processo que faz você se sentir estressado. Pouco depois disso, você desliga. Sua cabeça começa a doer, você tem problemas para pensar e não é capaz de executar o trabalho que precisa. A menos que você seja um psicopata.

Isso porque a psicopatia não está apenas na mente. Existem diferenças reais no corpo de um psicopata. Por exemplo, seus corpos não liberam os hormônios do estresse corretamente. Assim, o estresse não é um fator em suas vidas.

Se surge uma situação estressante, os psicopatas se adaptam a ela de bom grado. Eles são assertivos, não procrastinam suas tarefas e geralmente focam na parte boa em uma situação ao invés da parte ruim. Quando uma situação sai do controle, psicopatas tomam as melhores decisões possíveis com suas mentes claras e livres de estresse.

5. Os psicopatas são mais criativos

Os psicopatas também criam melhores obras de arte e fazem mais descobertas científicas do que outras pessoas. Um estudo de criminosos psicopatas descobriu que eles eram melhores em criar arte e ter ideias originais justamente porque eram psicopatas.

O pesquisador responsável pelo estudo explicou que a criatividade muitas vezes vem da luta entre o que você quer fazer e o que você está autorizado a fazer. Se você é uma pessoa normal, as coisas que você quer são socialmente aceitáveis. Assim, você pode fazê-las e ninguém vai pedir para você mudar.

Mas se você quer fazer coisas que não são socialmente aceitáveis ​​- como colocar fogo no gato de seu vizinho – não pode fazê-las abertamente, sem consequências negativas. Então você tem que descobrir uma forma criativa para agir a respeito desse desejo, como pintar um belo quadro.

Claro, isso também pode ser uma coisa ruim. Se psicopatas se sentem ameaçados pela sociedade, eles podem atacar e expressar seus desejos estranhos de maneiras perigosas – como realmente atear fogo em um gato.

Contudo, o psicólogo que conduziu o estudo acredita que quando os psicopatas estão em ambientes positivos e são estimulados corretamente, manifestam seus desejos obscuros da maneira mais saudável, realmente fazendo belas obras de arte e tendo novas ideias brilhantes.

6. Os psicopatas são empresários melhores

Graças às características que já discutimos, os psicopatas são melhores em seus empregos do que as outras pessoas. Se você não é um psicopata, você não será capaz de ter uma aparência tão boa quanto seus colegas psicopatas. Você também não será capaz de ler rostos, bem como persuadir as pessoas com as suas palavras com tanta eficiência ou ficar tão relaxado quando os prazos apertarem.

Psicopatas também têm outras qualidades que os tornam bem sucedidos no trabalho. Por exemplo, ficam entediados facilmente, o que, apesar de não parecer à primeira vista, é uma coisa boa. Assim, ao invés de repetir a mesma tarefa da mesma forma, eles estão constantemente pensando em novas maneiras de fazer as coisas.

Isso produz grandes resultados. O empregado charmoso, atraente e psicopata está cheio de novas ideias e constantemente melhorando o seu desempenho, o que o impulsiona rapidamente na escalada corporativa.

Cerca de 1 em cada 100 pessoas são psicopatas. Entre os gerentes de negócios, no entanto, esse número triplica. Quanto a CEOs, o número aumenta para 4%. Ou seja, os psicopatas têm quatro vezes mais chances de chegar ao topo de uma empresa do que uma pessoa normal.

7. Os psicopatas são soldados melhores

Como você poderia esperar, os militares amam psicopatas. Na verdade, muitos pensadores militares vêm pressionando as autoridades para ter mais psicopatas no exército.

As qualidades que fazem psicopatas bons gestores em uma empresa se aplicam com ainda mais sucesso no exército. Assim como um empresário psicopata irá focar sua equipe no trabalho, um comandante psicopata irá focar sua unidade na missão. A falta de empatia de um comandante psicopata também deixará seus soldados mais confortáveis em puxar o gatilho e acabar com a vida do inimigo, o que torna a unidade mais eficaz.

No exército, os psicopatas são úteis em todos os níveis. Um soldado simpático e amante da paz é um perigo para a unidade. Sua hesitação pode colocar todo o grupo em perigo e arriscar suas vidas.

Então, quão ansiosos os militares estão para alistar psicopatas? No exército britânico, eles tentaram construir um capacete que iria desativar as partes do cérebro do piloto que lidam com o medo e empatia. Aparentemente, eles querem tanto ter psicopatas que estão tentando transformar soldados normais.

8. Os psicopatas são cirurgiões melhores

Como já demonstramos, nem só de matar sem peso na consciência os psicopatas são feitos. Eles também são melhores em manter-nos vivos. Um estudo das profissões executadas por psicopatas mostrou que eles escolhem ser cirurgiões mais do que quase qualquer outro trabalho.

Os cirurgiões não foram surpreendidos por esta descoberta. De acordo com um cirurgião, um dos livros que precisou ler durante a escola de medicina tinha uma seção dedicada a lidar com as personalidades estranhas de seus colegas. Outro cirurgião confirmou que havia mais psicopatas trabalhando em seu hospital do que fora dele.

No papel, a empatia é importante para um médico. Mas, na realidade, pode prejudicar sua performance. A explicação para todos esses cirurgiões psicopatas é que eles estão dispostos a fazer o que precisa ser feito.

Por exemplo, se uma família lhe pedisse para salvar o seu filho e você sentir essa dor, você vai ficar nervoso. Mas se isso realmente não o afetar, você consegue operar aquele menininho de oito anos de idade como se não fosse grande coisa.

9. Os psicopatas podem esconder que são psicopatas

Lembra quando dissemos que 4% dos CEOs são psicopatas? Esse número foi realmente, na verdade, arredondado para baixo.

Depois de ler essa estatística, uma estudante de graduação suspeitou que algo não estava certo. Ela pensou: se alguém é inteligente o suficiente para ser um CEO, não seria inteligente o suficiente para fraudar um teste de personalidade? Então, ela pesquisou e descobriu que estava certa.

No final das contas, os psicopatas com QI alto conseguem esconder a sua psicopatia. Quando a aluna tentou provocar uma reação emocional nos participantes em seu estudo, testes neurológicos não mostraram resposta alguma de qualquer um deles. Mas os psicopatas mais inteligentes fingiram empatia. Eles sabiam como se esperava que reagissem e não decepcionaram a pesquisadora.

Como resultado, nós não temos nenhuma ideia de quantos CEOs realmente são psicopatas.

10. Os psicopatas têm uma chance melhor de criar mais psicopatas

Se ser um psicopata é algo tão sensacional, isso é realmente um transtorno ou apenas uma combinação de traços de personalidade? Na verdade, isso ainda é motivo de debate. Também não se sabe se a psicopatia é causada por trauma ou dano neurológico. Talvez não haja nada de errado com a pessoa ou talvez a psicopatia seja simplesmente uma vantagem evolutiva.

Se olharmos para a psicopatia a partir da perspectiva da teoria dos jogos, em vez da psicologia, ela começa a fazer muito mais sentido. Psicopatas têm toda a vantagem na evolução. A sua capacidade de ser fisicamente atraente e charmoso lhes permite manipular o sexo oposto, dando-lhes uma melhor chance de se reproduzir e continuar a sua raça.

Mesmo a falta de empatia do psicopata o ajuda a se reproduzir mais vezes. Quando os seres humanos eram mais animalescos, tendiam a encontrar companheiros através de uma concorrência agressiva. Os homens que eram menos simpáticos tendiam a ganhar – e se reproduzir.

E, além de tudo isso, os filhos de psicopatas têm uma chance maior de serem psicopatas. Não sabemos se a psicopatia é transmitida geneticamente ou causada pelo ambiente, mas sabemos que, geralmente, é passada para a próxima geração.

 

De uma forma ou de outra, parece que os psicopatas estão aqui para ficar.

 

Fontes: http://hypescience.com  |  http://listverse.com

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here