O sorriso que sai, nem sempre é a expressão que está dentro de nós.
O que está dentro de nós, nem sempre, será reconhecido, compadecido pelo próximo.
Normalmente, não.
A sua dor e dificuldade pode ter a maior intensidade: Pra você.
Mas para o outro, raramente, ela terá tal proporção.

Isso porque a dificuldade, é sua.
A dor, está dentro de você.
E quem está sentindo não é seu amigo, seu parente, seu vizinho.
É você!
Só você sabe o que passa e enfrenta.

O outro?
O outro não vai entender até que seja com ele.

E você:
Não espere que seja diferente, porque só vai somar o seu sofrimento, acrescentando aborrecimento.
Não estamos aqui pra provar tudo o que passamos e enfrentamos.
Mas, sim, para nos superar.
Por nós mesmos.
Enfrentar o que nos é imposto pela vida.
Amadurecer com as dificuldades.

Evoluir.
Encarar.
Diluir a dor.
E se superar a cada dia.
Assim como o que você passa, pode não ser nada para o outro.
O que o outro passa, pode passar desapercebido pra você.

Cada história um conteúdo.
Cada dificuldade um propósito.
Cada coração uma verdade.

O fato de você estar em pé, sorrindo, não quer dizer que não tenha problemas ou que esteja bem.
Mas, sim, que é forte o suficiente pra levantar a cabeça, encarar a vida e não desistir.
Mas nem todo mundo pensa assim!

As pessoas costumam ser muito taxativas.
O ser humano, é um ser extremo.
Para acreditar em um problema, em uma doença, em uma dificuldade, é preciso ter sangue, um cérebro aumentado, cadeira de rodas ou coisas do tipo.

O ser humano, é fatídico.
Tem que ver pra crer.
Senão é mentira, exagero.
Senão não acredita.
Senão não se compadece.

Mas, de qualquer forma, ouve e logo esquece.

Então.
Encare seus problemas.
Lide com suas dificuldades.
O que importa é a sua verdade.
Seja mais forte que a dor.
Porque não há mal que dure para sempre.

 

SHARE
Renata Galbine

Paulistana, 30 anos, virginiana e, sim, acredito em Signos e tenho muito do meu em mim. Desde muito nova, gosto e tenho facilidade em escrever. Escrevo sobre tudo aquilo que me inspira. A Renata, é uma mistura de letras e músicas. Amo dançar. Intensa. Sentimental. Quase que uma Bomba Relógio. Praticamente, um campo minado que é necessário tomar cuidado a cada passo que der.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here