Efeito colateral, em medicina, pode ser considerado como as consequências que um medicamento pode provocar no organismo de um indivíduo, ou então, um efeito que é paralelo ao que é desejado da substância farmacológica absorvida. Efeito é um termo derivada do latim, effectus, significando o estado provocado por uma ação, ou seja, consequência de algo feito, e colateral, também do latim, é composto por cum e lateralis, significando o que está lado a lado.

Outro sentido para efeito colateral podemos ver em situações normais da vida, quando uma atitude para corrigir determinada coisa ou fato acaba provocando uma situação inesperada, caótica, imprevista, desestabilizadora ou mesmo benéfica. A seguir algumas situações que se inserem nesse contexto no mundo atual:

VIOLÊNCIA:

A violência afeta o mundo como um todo. Os casos e formas de violência se propagam e aumentam exponencialmente. A sensação de insegurança e vulnerabilidade é imensa e não sabemos o que pode acontecer na próxima esquina. O tráfico de armas e entorpecentes coopera grandemente para o aumento da violência, além da falta de educação, oportunidades e falta de controle do Estado diante das facções criminosas e narcotraficantes.

Os “soldados do crime” estão crescendo em número e em habilidades, representando uma ameaça de alto nível contra o Estado e a ordem social. Os efeitos resultantes são: mortes, sangue, traumas e caos.

VIOLENCIA

REFUGIADOS:

A crise humanitária de refugiados é tema semanal da maior parte dos noticiários. Milhares de pessoas saem de regiões ou países em busca de segurança, alimentação, moradia e condições dignas de vida. Os países de origem desses “exércitos de desesperados” são sempre Síria, Líbia, Egito, Turquia, Grécia e outros na maioria das vezes pertencentes ao continente Africano e Oriente Médio. Países como esses citados vivem condições deploráveis devido a guerras, fome, grupos disputando territórios e conflitos políticos.

São centenas de famílias andando a pé, de barco, lancha, carroças e outros meios, levando mochilas e fardos, e correndo o grande risco de não chegar ao destino. Quando chegam a uma fronteira, vilarejo ou País ainda tem o grande desafio de poder ou não entrar em determinado território. Isso é o Mundo, essa é a realidade. Os efeitos finais são: mortes, desnutrição, fome, doenças, etc.

REFUGIADOS

MEIO AMBIENTE:

outro ponto que representa a grande ferida no Globo terrestre. Esse tema é debatido há décadas em universidades, empresas, fóruns, na própria ONU e em campanhas políticas. O único grande problema é que não vemos efeitos e números significativos ao longo dos anos. Os índices de poluição aumentam assustadoramente e os efeitos são sentidos na pele em qualquer lugar do planeta. A agressão ao meio ambiente gera certo descontrole na natureza e a mesma “paga a fatura” nos aterrorizando com tufões, tornados, tsunamis, chuva ácida, ondas de calor e extinção de espécies.

Falamos repetidamente em sustentabilidade, mas não conseguimos muitas vezes jogar ou separar o lixo do cotidiano. Países como o Brasil ainda não tem nem sequer estrutura viável em saneamento básico e medidas concretas de preservação e restauração do ambiente. Os assuntos referentes a efeito estufa, aquecimento global e fenômenos naturais já fazem parte da nossa agenda. Os resultados são: mortes, destruição, extinção de animais e plantas e incertezas quanto ao futuro.

MEIO AMBIENTE

EDUCAÇÃO:

Sem dúvida é um dos pilares que sustenta qualquer nação, abre o leque para a evolução e equilíbrio em diversas áreas. Educação envolve família, religião, princípios, valores e a escola e suas ramificações como elemento marcante. Um país com educação fragilizada também tem problemas sérios com infraestrutura, violência, corrupção, saúde e desrespeito a normas e leis. Os países que investiram pesado nisso e mantiveram o ritmo nas ultimas décadas hoje colhem frutos excelentes resultantes do esforço, competência e apostas que fizeram em torno dessa área educacional.

Sabemos que os países com maiores índices de IDH, pequenos índices de criminalidade e aumento da qualidade de vida em algum momento notaram a importância e aplicaram programas e métodos viáveis para o crescimento e evolução da educação, comprometeram-se a não aceitar uma sociedade fragilizada e com entendimento limitado de mundo. Em países desenvolvidos os estudantes limpam as próprias salas, professores são vistos como mestres, laboratórios e bibliotecas são verdadeiros mundos de conhecimento, projetos e ideias “correm na veia”. Livros, apostilas, leituras, cálculos e pesquisas não tem limite.

As escolas e universidades são realmente centros de ideias e geração de conhecimento. As empresas participam juntamente com as universidades em ações, projetos e campanhas e fazem boas parcerias em nível social e educacional. Nações como EUA, Japão, Coreia do Sul, Alemanha, Finlândia, Noruega, Inglaterra e outras elevaram os níveis de vida e hoje estão no topo em diversos rankings devido justamente os investimentos pesados em educação. O resultado é esse: países desenvolvidos dominam o mundo, os demais são dominados.

OPERAÇÃO LAVA JATO:

Não temos como falar em efeitos colaterais sem mencionar esse grande marco na historia principalmente do Brasil. A operação teve inicio em meados de 2014 e ganhou proporções enormes que surpreenderam ate mesmo a equipe responsável por essa operação que envolve Polícia Federal, Justiça Federal e Ministério Público. Diferente de outros escândalos políticos, a Lava Jato trouxe à tona os esquemas mirabolantes de corrupção envolvendo políticos, empresários e os “laranjas” ligados a esses. Esse cenário de troca de favores, distribuição de cargos e ministérios e esgotamento dos cofres públicos é surreal. O “império maldito” da corrupção mostrou-se profundo e sem limites até a chegada desse divisor de águas chamado Lava Jato.

LAVA JATO

Um dos pontos positivos é que de agora em diante as pessoas, empresas e governantes sabem a importância do dinheiro publico e a gravidade da corrupção sistêmica. Termos como transparência, credibilidade, “compliance” e ética já fazem parte de nosso cotidiano conturbado. Com a mudança esperada de comportamento das pessoas consequentemente também refletirá nas empresas e administração pública como um todo. A renovação do estilo de vida bate à porta: ou combatemos a corrupção em suas diversas formas ou colhemos os frutos podres que ela gerará a curto e longo prazo.

Corrupção é tudo que é facilitado de forma exagerada, desobediência de regras, quebra de cláusulas, mentiras, ocultação de dados, camuflagem de informações, fraudes financeiras, falsificação, propinas e uma infinidade de falhas que tornam-se “fantasmas malignos” que nos perseguirão por muitos dias. Honestidade infelizmente tornou-se uma qualidade, o que deveria ser visto como obrigação de qualquer pessoa, instituição ou governo. A grande e impactante operação tem a missão de eliminar o problema enraizado na sociedade brasileira: a voz dos maus imperando sobre o silencio dos bons.

Não existe País justo com população corrupta ou vice-versa. Todos nós estamos nesse sistema e a melhoria depende de cada cidadão e pessoa que ainda tenha dignidade de realmente ser chamado de humano. Embora a Operação Lava Jato envolva dezenas de pessoas, o nome de destaque nesse cenário foi o do Juiz Sergio Moro, que hoje desponta como um dos principais nomes quando o assunto é combate a corrupção e ataque aos poderosos. Os efeitos colaterais são: credibilidade, inovação, dignidade, equilíbrio, crises e um choque de consciência referente ao papel de cada um na construção de um país melhor para se viver.

Referencias:
https://www.significados.com.br/efeito-colateral/
https://www.significadosbr.com.br/efeito-colateral

Compartilhar
Douglas Henrique Reginato
Graduado em Administraçao de Empresas (Uenp) . Pós graduado em Gestão Estratégica de Pessoas (Unopar - PR). MBA em Marketing Estratégico voltado a lucratividade (Unifil Londrina). Gosto de musica clássica e leio livros e revistas dos mais variados temas. Procuro ampliar minha visão de mundo e contribuir de alguma forma com a sociedade. Sou um eterno estudante.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Insira seu nome aqui