Ela aceita minhas mudanças
Ela aceita quem eu sou

Quem eu me tornei

Ela aceita a vida

Como eu a entreguei
Ela me aceita

Em meio a tantas

E diversas

Desfeitas
Ela me aceita

Nunca julga

Nunca é mandona

E muito menos

Me questiona
Ela me aceita

Como me conheceu

Como me conhece

E permanece

Como se ofereceu

Em meio a tantos

Julgamentos

Ela me aceita

E me defende

Com seus próprios

Fundamentos

Seus próprios

Pensamentos

Seus próprios

Argumentos
Em meio a tantas

Tantas pedras

Aceitação

Em nossas guerras

É só pra aquele certo

E honesto

Coração.

Que encontramos

Só um

Em meio

A toda essa

multidão.

 

Autora: Priscila Palumbo

SHARE
Notícia anteriorNictofobia: Medo do Escuro
Próxima notíciaAvalie o seu relacionamento e saiba se ele está por um fio ou não.
Estudante de Psicologia. 19 primaveras, mas nasceu no verão. O que suas 4 tatuagens não tem de tamanho, tem de significado. Criou seu próprio apelido. Apaixonada pelo real conceito de feminismo. Resolveu escrever uns versos pra melhor amiga e acabou aqui. Tem um diário na mão. E ambições no coração.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here