Humanismo

Segundo definições de alguns historiadores “humanismo é o movimento intelectual difundido na Europa durante a Renascença e inspirado na civilização greco-romana, que valorizava um saber crítico voltado para um maior conhecimento do homem e uma cultura capaz de desenvolver as potencialidades da condição humana”.

Outra definição diz ser a filosofia moral que coloca os humanos como principais, numa escala de importância, no centro do mundo. É uma perspectiva comum a uma grande variedade de posturas éticas que atribuem a maior importância à dignidade, aspirações e capacidades humanas, principalmente no que se refere à racionalidade e realizações.

A propagação do pensamento humanista encontrou espaço em várias áreas, principalmente nas artes, literatura e filosofia. Após algum tempo também ficou evidente na música, mídia e até mesmo dentro de algumas religiões.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS:

1 – VALORIZAÇÃO DO RACIONAL

Atenção forte em evidências científicas para considerar um conceito preciso. As pesquisas e os métodos científicos são as ferramentas essenciais para compreender o mundo em sua plenitude. Aceitar a existência e força de seres sobrenaturais é quase uma ofensa.

2 – ÉTICA E MORAL

Os valores e regras para a vida em sociedade é interpretado como resultante da própria experiência de vida dentro dela. A essência do humanismo rejeita totalmente a influencia de forças externas para determinar a moralidade de humanos. A evolução dos valores comuns aos humanos é resultado do uso da razão e da dinâmica social.

3 – RESPONSABILIZAÇÃO DOS HUMANOS

Como já dito, o humanismo desconsidera qualquer influencia de seres divinos, espirituais ou sobrenaturais na vida humana. Tudo o que ocorre ou deixa de acontecer é de alguma forma culpa ou responsabilidade das pessoas. De acordo com as teorias, a humanidade possui racionalidade e conhecimento suficiente para solucionar qualquer problema.

4 – CONTRASTE DE IDEIAS

As divergências de pontos de vista e opiniões são uma forma de evoluir a sociedade. Isso se aplica na política, economia, literatura, leis, religião, entre outros.

5 – REALIZAÇÃO PESSOAL

O objetivo central é a realização pessoal de todos os seres humanos. A ausência de qualquer crença ou força sobrenatural e em vida após a morte reforça a teoria de que a vida precisa ser aproveitada ao máximo e que cada dia é único e limitado. O presente torna-se precioso e os desejos, sonhos e projetos têm de ser alcançados dentro dessa “vida limitada”.

6 – NOVAS TÉCNICAS ARTÍSTICAS

A transformação nas técnicas e o aprimoramento delas é uma das marcadas do humanismo. As esculturas, pinturas e outras obras passam a apresentar um rico grau de detalhes que enobrecem a imagem humana. O abismo diminui e nota-se a aproximação entre o concreto e o abstrato.

REFLEXÕES FINAIS

 – O Ser humano é realmente um ser totalmente potente e racional?

– Os homens alcançaram coisas inimagináveis e em alguns casos até perderam o controle de suas criações.

– Vivemos com uma série de coisas inexplicáveis em diversas ciências. Como lidar com isso?

A vida humana aparenta não ter limites ou barreiras, mas um simples ataque cardíaco, acidente ou situação adversa coloca um ponto final em tudo em questão de segundos. Aplica-se aquele antigo ditado “a morte sempre vence”.

– Seria o humanismo em sua essência uma forma de preencher o vazio existencial que afeta a humanidade? Como já dizia o sociólogo e grande pensador Zygmunt Bauman “vivemos em uma multidão de solitários”.

– Nós humanos realmente temos o controle de tudo? Ou não controlamos nada?

– A ideia de valorização intensa do melhor da vida não pode gerar uma série de problemas em sociedade desigual e tão insana quanto a atual?

O que é realmente felicidade? Buscamos isso na família, estudos, trabalho, dinheiro, religiosidade, passeios, comida, lazeres e uma infinidade de coisas, mas sempre estamos atrás de mais e mais. É um vazio que não se preenche, uma vida contemporânea insaciável.

– Vivemos influenciados por N coisas. Como filtrar tudo isso para ser um Humano melhor?

Referências:

Compartilhar
Douglas Henrique Reginato
Graduado em Administraçao de Empresas (Uenp) . Pós graduado em Gestão Estratégica de Pessoas (Unopar - PR). MBA em Marketing Estratégico voltado a lucratividade (Unifil Londrina). Gosto de musica clássica e leio livros e revistas dos mais variados temas. Procuro ampliar minha visão de mundo e contribuir de alguma forma com a sociedade. Sou um eterno estudante.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Insira seu nome aqui