O grito que berra.
Impera.
Espera.
Tolera.

Que fala.
Escuta.
Luta.
Tenta.
Insiste.
Persiste.

O grito que não sabe guardar,
mas tenta.
Pra não estragar.

O grito que não entende o por que é preciso disfarçar,
Pra “inveja não estragar”.

Que não finge
E se aflige quando a verdade se cala.

Ah, Verdade.
Por que você não fala?!
Por que você enrola?!
Por que você me esnoba?!
Por que você escorre?
Por que você dissolve no silêncio?

O grito que foge do mudo,
Do surdo,
Do mentiroso,
Tortuoso,
Orgulhoso,
Amor maldoso.

O eco que grita aqui dentro quando se envolve,
Se encanta,
Se engana,
Se machuca,
Se perde,
Se fere,
Mas não se esquece.

O grito que berra,
Impera.
Espera que fale.
Escute.
Que fique,
Que olhe,
Não foge,
Insiste,
Que fale,
De verdade.

Me Ame!

SHARE
Renata Galbine

Paulistana, 30 anos, virginiana e, sim, acredito em Signos e tenho muito do meu em mim. Desde muito nova, gosto e tenho facilidade em escrever. Escrevo sobre tudo aquilo que me inspira. A Renata, é uma mistura de letras e músicas. Amo dançar. Intensa. Sentimental. Quase que uma Bomba Relógio. Praticamente, um campo minado que é necessário tomar cuidado a cada passo que der.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here