Vários pesquisadores já se perguntaram como o cérebro funciona e como homem aprende. Várias teorias forma veiculadas até Hipócrates surgir com a ideia de que o cérebro se divide em dois hemisférios e que neles estavam as funções da mente. O desenvolvimento do cérebro é um fenômeno biológico e social, esse processo atualmente envolve a Neuropsicologia e a educação.

A educação estuda o começo e os processos de estruturação cognitiva. A Neuropsicologia estuda esses mesmos processos, mas a partir das atividades cerebrais. O que é importante destacar é que a Neuropsicologia e a educação lidam com a vida mental, uma interfere nos processos cognitivo e outra investiga as atividades cerebrais.

A atividade cerebral não se restringe somente ao biológico, as interações sociais tem significância importante para o cérebro. As atividades cognitivas são estruturadas através das sinapses entre os neurônios, processando e organizando as informações. Para aprimorar esses circuitos neurais e os processos cognitivos, o sujeito precisa se inteirar com o meio.

Para a Neuropsicologia exercer uma influência positiva na educação é preciso que o educador tenha uma preparação especializada. O primeiro passo é conseguir atuar com a estimulação dos órgãos dos sentidos, após isso é preciso respeitar a fase evolutiva da criança. Criar estratégias de reeducação, visando sempre melhorar as funções cognitivas.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here