Os Diferentes Tipos de Amor

0
5

Se você perguntar para alguém qual o seu tipo de amor, provavelmente a resposta será: amor verdadeiro. Mas isso nem sempre é verdade. Por mais estranho que possa parecer, existem diferentes tipos de amor. Hoje, te convidamos a refletir um pouco sobre as diferentes formas de amar e como elas afetam as duas pessoas em um relacionamento.

1. Novo amor

O novo amor é uma explosão de hormônios e emoções. Quando uma história começa, muitas vezes temos dificuldade em assumir que estamos apaixonados. Admiração, romance, expectativas e alguns (poucos) conflitos caracterizam este tipo de amor.

2. Amor de rotina

Apesar da palavra rotina ser muitas vezes associada com coisas ruins, este tipo de amor não tem nada de errado. É um amor simples, sem perguntas, sem dúvidas. As duas pessoas não têm medo de esconder quem são. Muitas vezes, a ausência de emoções explosivas é uma preocupação, mas será que elas são sempre imprescindíveis para a felicidade?

3. Amor irritante

Este tipo de amor irrita quem está ao lado, mesmo sem que as outras pessoas saibam se o casal realmente é feliz junto. Eles incomodam as outras pessoas porque esquecem o resto do mundo e a maneira como mostram o carinho um pelo outro não tem limite. Há quem critique esta forma de agir de alguns casais. Algumas pessoas acham que a intimidade deve ser vivida sempre entre quatro paredes.

4. Amor louco

Neste caso, as duas pessoas estão sempre juntas. Talvez estejam apaixonadas uma pela outra, mas, em geral, não percebem que entre elas não há nenhum outro vínculo. Elas não estão dispostas a sacrificar nada, nem a correr riscos. Gostam de saber que não estão sozinhas e isso é suficiente.

5. Amor de amigos

Se você adora o seu amigo, acha que ele poderia ser o seu grande amor, mas sente que falta uma chama, uma química, muito cuidado. Lembre-se de que com amizade não se brinca. Talvez não valha a pena acabar com a amizade por uma tentativa romântica. Não obstante, essa história não é preto no branco, o importante é sentir em que medida você realmente ama o seu amigo como alguém mais que um companheiro.

6. Falso amor

Muitas vezes, temos tanta vontade de estar com alguém e de viver um grande amor que não percebemos que o pretendente não tem nada a ver conosco. Você se convence de que a pessoa é a ideal, finge que tudo está bem e deixa de viver um outro grande amor por medo de que ele nunca apareça.

7. Amor verdadeiro

Este tipo de amor tem uma mágica quase inexplicável. Independente do que aconteça, da discussão ou da briga, você sente que não quer estar longe da outra pessoa. É um amor tão perfeito que, muitas vezes, dá medo. Você sabe jamais vai encontrar outra pessoa tão próxima.

8. Amor merecido

Aquele amor suado, sofrido, fruto de muita luta e merecimento. Duas pessoas que sempre estiveram juntas, se apoiando nos momentos mais difíceis, e não conseguem se ver sozinhas por tudo que construíram juntas.

9. Amor trágico

Este amor já acabou. Não foi correspondido na justa medida, ou não resistiu a uma traição. Além disso, deixa uma cicatriz muito difícil de curar. Mas é este sofrimento que nos faz caminhar e procurar a felicidade nos braços de outra pessoa. Um amor difícil de esquecer.

10. Amor doentio

Uma paixão ’errada’ que só causa dor e sofrimento. Um sentimento explosivo que, no final, deixa feridas e leva à separação. Um amor que mostra algumas coisas sobre nós mesmos e nos ajuda a entender o que queremos, o que é o amor de verdade e como queremos ser tratados. Um exemplo de como as coisas não devem ser.

Fonte Нeroine.ru
Tradução e adaptação Incrível.club
Autor Darya Kharchenko

Deixe uma resposta