O nome mais falado do ano de 2020, acima de qualquer celebridade ou figura de destaque: coronavírus. Estávamos todos seguindo uma vida normal de trabalho, estudo, passeios, lazeres, compromissos, direitos e deveres. De repente, sem aviso prévio surge um gigante abalando todas as estruturas e mudando a regra do jogo.

O gigante invasor surge na China e estende suas raízes no coração da Europa: Itália. Logo mais não satisfeito ele parte o Brasil e outros pontos América do Sul. Atualmente no momento em que escrevo o texto a notícia é que a presença dele se faz notória em 148 países e com cerca de 13.000 mortos.

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

O coronavírus (COVID-19) é uma doença infecciosa causada por um novo vírus que nunca havia sido identificado em humanos. O vírus causa uma doença respiratória semelhante à gripe e tem sintomas como tosse, febre e, em casos mais graves, pneumonia. É possível se proteger ao lavar as mãos com frequência e evitar tocar no rosto.

A China em sua grandeza e rapidez tentou barrar esse mal, mas foi um tanto tardia e ao que parece não muito transparente. A Itália sangra ao ver centenas de cidadãos sendo derrubados e mortos. Chegou o momento em que escolhem quem vai viver ou morrer devido ao colapso no sistema de saúde e a falta de possibilidade de recuperação do maior grupo de risco: idosos. O país da “Bella Ciao” chora ao ver partir seus anciães e centenas de heróis desconhecidos.

De onde vieste inimigo invisível? Qual o seu objetivo? Quantos ainda pretende atacar?

Não te conhecemos, não te vemos, mas sabemos que você está aí em algum lugar querendo capturar um novo hóspede. Você veio e pegou todos desprevenidos e mudou a rotina de grande parte do mundo. Todos te temem. Nesse momento você é o grande vilão.

Lições desse momento:

– Esquecer as diferenças de raça, religião e ideologias;

– Pensamentos positivos em meio ao Caos;

– Espírito de solidariedade;

– Cuidar de si e do próximo;

– Isolamento social e higiene preventiva;

– Valorização da família e dos bons momentos vividos;

– Momentos de reflexão

– Trabalhar pela orientação e clareza das informações

– Meditar na vida e seus altos e baixos

– Mudar a rotina, costumes e hábitos ainda que momentaneamente;

– Lutar pela vida combatendo um inimigo invisível e parcialmente desconhecido;

– Exercitar a fé e a razão

Abaixo duas letras em homenagem aos Italianos e de reflexão do momento vivenciado por nós. Deus nos ajude.

HINO / CANÇÃO ITALIANA

Bella Ciao – Querida Adeus

Esta manhã, eu acordei
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus!
Esta manhã, eu acordei
E encontrei um invasor

Oh, membro da Resistência, leve-me embora
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus!
Oh, membro da Resistência, leve-me embora
Porque sinto que vou morrer

E se eu morrer como um membro da Resistência
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus!
E se eu morrer como um membro da Resistência
Você deve me enterrar

E me enterre no alto das montanhas
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus!
E me enterre no alto das montanhas
Sob a sombra de uma bela flor

E as pessoas que passarem
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus!
E as pessoas que passarem
Me dirão: Que bela flor!

E essa será a flor da Resistência
Querida, adeus! Querida, adeus! Querida, adeus, adeus!
E essa será a flor da Resistência
Daquele que morreu pela liberdade

E essa será a flor da Resistência
Daquele que morreu pela liberdade

O DIA EM QUE A TERRA PAROU (Raul Seixas)

Essa noite eu tive um sonho
De sonhador
Maluco que sou, eu sonhei
Com o dia em que a Terra parou
Com o dia em que a Terra parou

Foi assim
No dia em que todas as pessoas
Do planeta inteiro
Resolveram que ninguém ia sair de casa
Como que se fosse combinado em todo
O planeta
Naquele dia, ninguém saiu de casa, ninguém ninguém

O empregado não saiu pro seu trabalho
Pois sabia que o patrão também não tava lá
Dona de casa não saiu pra comprar pão
Pois sabia que o padeiro também não tava lá
E o guarda não saiu para prender
Pois sabia que o ladrão, também não tava lá
E o ladrão não saiu para roubar
Pois sabia que não ia ter onde gastar

No dia em que a Terra parou….

E nas Igrejas nem um sino a badalar
Pois sabiam que os fiéis também não tavam lá
E os fiéis não saíram pra rezar
Pois sabiam que o padre também não tava lá
E o aluno não saiu para estudar
Pois sabia o professor também não tava lá

Referências

Compartilhar
Douglas Henrique Reginato
Graduado em Administraçao de Empresas (Uenp) . Pós graduado em Gestão Estratégica de Pessoas (Unopar - PR). MBA em Marketing Estratégico voltado a lucratividade (Unifil Londrina). Gosto de musica clássica e leio livros e revistas dos mais variados temas. Procuro ampliar minha visão de mundo e contribuir de alguma forma com a sociedade. Sou um eterno estudante.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Insira seu nome aqui